BTA tem certificação BPF

1515586044.jpg

08/12/17 - As Boas Práticas de Fabricação (BPF) representam uma importante ferramenta da qualidade para obter níveis adequados de segurança dos processos. Elas devem ser aplicadas desde a recepção até a expedição de produtos, contemplando os mais diversos aspectos da indústria, que vão desde a qualidade da matéria-prima e dos ingredientes, incluindo a especificação de produtos e a seleção de fornecedores, à qualidade da água. O programa abrange ainda os itens relacionados a instalações industriais, pessoal, operações, controle de pragas, controle de matérias-primas, registros, documentação e rastreabilidade. 

A BTA Aditivos preza pela qualidade e integridade de seus produtos e processos. Por isso, a obtenção do selo foi uma certeza de que seus procedimentos estão de acordo com as normas exigidas. “Para nós, a certificação é uma garantia de que nossos produtos e atuação no mercado estão dentro das normas e legislação e só fez melhorar nossas atitudes e processos internos, visando sempre a qualidade”, explica Pâmila Sachet Anziliero, gerente de Qualidade e Laboratório. 

Além das questões que envolvem a qualidade dos processos, as BPF possibilitam um ambiente de trabalho mais eficiente. Elas são necessárias para controlar possíveis fontes de contaminação cruzada e para garantir que o produto atenda às especificações de identidade e de qualidade. “Um processo de produção devidamente organizado dentro dos princípios estabelecidos dos BPF facilita a gestão de fabricação em toda cadeia de produção, permitindo a identificação de falhas operacionais ou administrativas, que possam ocorrer durante o processo produtivo, facilitando até mesmo sua correção e eliminando os prejuízos operacionais”, define a gerente. 

Segundo Pâmila, agora a empresa inicia os procedimentos para a obtenção de outro selo voltado a qualidade: o de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC). “Esta certificação nos trará mais segurança e garantias de que não haja riscos físicos, químicos e microbiológicos em nossos processos”, finaliza. 

 A saber: O programa de BPF é submetido periodicamente à auditoria, que consiste em uma avaliação sistemática para verificar a eficiência do sistema, por meio de coleta de informações, observações e revisão dos registros no local e análise das ações planejadas.


Mais Notícias